Iluminação no Paisagismo – Introdução

Olá queridos leitores,

Um dos tipos de iluminação que gosto muito é a iluminação que enaltece a vegetação! A luz do paisagismo.

Nesse artigo, gostaria de falar sobre os equipamentos adequados, seus custos, pois muitos veem que é alto, mas no final o barato sai caro, os macetes para se bem iluminar, por que, a natureza é tão fantástica que merece ser admirada durante a noite também, alem do mais, também ira aproveitar para iluminar o espaço, dar segurança entre outros.

Bom, primeiramente, para se iniciar um bom projeto de iluminação para o paisagismo, se deve analisar junto ao paisagista, o conceito que sera usado no espaço.

Assim como, tipo de vegetação, porte, cores e elementos que serão usados, se a vegetação não se prejudicará com aquele tipo de luz, pois, a partir dai, que será o ponto de partida para definição do conceito de iluminação.

Tipos

As criptógamas são as plantas que não produzem sementes, flores ou frutos, briófitas e pteridófitas.

As fanerógamas são as plantas que produzem sementes, flores e frutos,  gimnospermas e angiospermas.

Terrestres, aquáticas, aéreas, jardim, ornamentais, medicinais, ervas, venenosas ou carnívoras.

Portes

Figura-2-Classificacao-das-plantas-quanto-ao-porte-Classe-dentro-de-cada-grupo-as

Cores

Na vegetação o verde é predominante, porém ha vários tons de verdes que de deve ter uma atenção, como o verde mais azulado, tendo para cor 450nm e o verde amarelado, tendo para cor de 550nm ( na tabela de um espectograma)

2000px-Electromagnetic_spectrum_-pt.svg.png

Elementos

Esses elementos são objetos que fazem parte do paisagismo, seja como enfeite, apoio para a vegetação, descanso entre outros.

2d916e8677db31aee80f9131cfc794d5depositphotos_13409576-stock-photo-landscaping-a-stone-fountain-andjardim-com-banco-de-madeira-e-pedras-meyercortez-84901-square_cover_xlargepergolado_de_madeira_3

Vegetação e a luz

Se atente aos tipos de vegetações que gostam de sol direto, sol indireto ou sombra, pois isso influenciará na iluminação artificial, por que não seria legal colocar uma luz forte numa planta que gosta de sombra, por menos tempo que seja diário, ao fim, ela sentirá e poderá sofrer com isso, então sempre bom saber as que já gostam de iluminação para não correr esse risco.

Fazendo toda a analise desses detalhes, aí dá pra se começar a desenvolver o projeto luminotécnico para o paisagismo, onde e o que quer valorizar, onde quer dar segurança, onde quer dar visibilidade, e por ai vai.

No próximo artigo felarei sobre os equipamentos a serem usados, tipos de lampadas, focos, cálculos, cores e tudo mais que se precisa para ter aquele jardim maravilhoso a noite.

Qualquer dúvida é só me mandar um e-mail : mary@arquiteturadailuminacao.com

Obrigada e até a próxima.

Beijos Ma.

 

 

 

 

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s