Cálculo de iluminação Método dos Lúmens

Olá queridos leitores,

Hoje vou falar um pouco sobre o calculo para iluminação e como usa-lo de forma simples, é um pouquinho trabalhoso, pois necessita que você procure por informações do ambiente a ser iluminado e as das que o fabricante, nos mais sérios, informam sobre seus produtos que serão utilizados no projeto.

Exemplo, vamos iniciar uma análise para fazer o cálculo de iluminação com ajuda de uma planilha que desenvolvi para facilitar.

slide5.jpg

Primeiro você precisa saber as medidas do ambiente a ser iluminado, o comprimento e a largura, e assim você saberá a área. Comprimento x largura.

Após você define o plano de trabalho, onde as pessoas vão trabalhar, altura da mesa ou balcão, por exemplo.

Lembrando que esse cálculo é para uma iluminação geral do ambiente, não está incluso a luz focada, aquela que se obtêm com lâmpada dicroicas, par 20, AR70, etc…É somente com lâmpada de luz difusa, tubulares, econômicas, bulbo, etc…

Tendo o espaço, você precisa saber quantas lâmpadas você vai ter que ter, independente da quantidade de pontos de energia que tem, claro que se puder definir os pontos, melhor, pois você consegue deixar a iluminação mais homogênea.

Precisará também da quantidade de iluminância (lux) prevista na norma ABNT 5413, que varia de acordo com a função do local.

Vai multiplicar a iluminância pela área do ambiente.

Depois dividir pelo fluxo luminoso ( lúmens = informação que deve vir na lâmpada ou é informado pelo fornecedor)

Tem o fator de utilização (o mais complicadinho), que vem numa tabela que o fabricante deverá informar cruzando os dados do fator do local (K) com o índice de reflexão.

Fator do local (K): Você pega o comprimento do ambiente multiplica pela largura e divide pela altura útil (distancia entre e luminária e o plano de trabalho), você obterá um valor e é só jogar na tabela.

Índice de reflexão: É uma tabela que tem das % que a superfície reflete, quanto mais claras, maior a %.

slide4-copia-2.jpg

 

Cruzando a % com o numero aproximado do Fator do local, você encontrará um numero, o qual você ir utilizar.

Depois você precisará saber o Fator do reator, porém se a lâmpada não necessite, esse quesito será nulo.

e por ultimo, terá que fazer a análise do ambiente, uma tabela que você escolhera se o ambiente é salubre ou insalubre, como a você vê abaixo:

Slide4

E Voilá!!!

Então, para saber a quantidade de lâmpadas que precisará, é só:

multiplicar o lux necessário pela área e dividir pelo resultado da multiplicação

dos lúmens por K por fator do reator por análise do ambiente. Como a fórmula abaixo:

Slide4

Bom, aí você já sabe de quantas lampadas dos watts que escolheu vai precisar, por exemplo, 10 lâmpadas eletrônicas de 20w, agora é só escolher a luminária e ver quantas lâmpadas cada uma precisará.

Qualquer dúvida é só me mandar um e-mail : mary@arquiteturadailuminacao.com

Obrigada e até a próxima.

Beijos Ma.

 

 

 

 

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s