Iluminação Comercial: O que é, como funciona, por que planeja-lá e quais seus benefícios – Parte 01

Em geral, a iluminação comercial tem como finalidade destacar e valorizar seus produtos para que os mesmos sejam mais vistos e mais vendidos.

O que é a iluminação comercial?

É o conjunto de fontes de luz e luminárias que compõe um estilo com a finalidade de destacar produtos e oferecer diversas sensações aos clientes de acordo com a finalidade do estabelecimento.

Benefícios Gerais

Loja Bem Iluminada: Economia de energia elétrica e Melhora nas Vendas

Com um projeto bem aplicado, a iluminação pode atrair seu público alvo, fazer com que ele compre mais, que tenha as sensações desejadas para que promova seu negócio aos parentes, amigos, colegas e afins.

Quando o cliente se sente confortável e seguro, ele tem a tendência de comprar mais do que o habitual e/ou optar por produtos com maior valor.

Iluminação bem feita traz benefícios que vão além da ajuda no aumento nas vendas, ela economia energia.

A boa distribuição de energia elétrica, alem de passar noção de valor para seus clientes, mas também reduz  bem elaborados além de passar a percepção de valor para seus clientes, também reduz gastos , que poderão converter-se em percentuais de lucro maior através da economia com os custos.

O uso racional de energia elétrica está ganhando escala com a ajuda da tecnologia e da conscientização de funcionários, gerentes, diretores e também dos consumidores, que estão cada dia mais ligados a questões de sustentabilidade e prezam empresas que desenvolvem ações para desonerar o meio ambiente de tudo o que possa prejudicá-lo.

Tudo deve começar com um bom projeto luminotécnico, que precisa estar perfeitamente adequado ao perfil e às características de cada loja.

Este projeto deve atender as necessidades de cada área ou seção, visando proporcionar o máximo de segurança a clientes e colaboradores.

No que se refere aos projetos voltados para cada seção da loja, deve-se observar, para torná-las mais eficientes em termos de iluminação, as seguinte características:

Quantidade de Luz Oferecida

Como as lojas normalmente ocupam espaços amplos, é imprescindível que as soluções utilizadas ofereçam boa quantidade de luz.

Estudos demonstram que ambientes mais iluminados são favoráveis à sensação de bem-estar do ser humano, algo muito desejado pelos lojistas em relação aos consumidores.

Temperatura de cor

As lâmpadas com temperaturas de cor entre 2700K e 3200 (chamado branco morno), mais parecido com a iluminação solar, dão a sensação de o ambiente estar mais quente, já entre 3500K e 4900K é o branco neutro muito usado em locais querem luz branca sem deixar o ambiente muito frio, têm um branco-azulado (chamado branco frio), de 5000k a 6500k, que proporciona a sensação de o ambiente estar frio, para lugares que exige atenção.

temp

Índice de Reprodução de Cor

Precisa ser muito bem pensado para que os produtos possam ser visualizados da maneira mais agradável possível.

Em cada seção da loja as lâmpadas devem reproduzir as cores reais dos produtos, fator importante para estimular o sentido visual do consumidor e mantê-lo interessado na compra.

Vida Útil

Também importante a ser observado é a vida útil dos equipamentos elétricos e das lâmpadas.

Levando-se em conta que geralmente os pontos gerais de luz de uma loja ficam localizados em lugares de difícil acesso (pé-direito elevado, por exemplo), dá-se a necessidade de a ter vida útil elevada, para reduzir gastos com manutenção provocados por mau funcionamento, quebras e trocas.

Consumo de Energia

Como todos tem como objetivo obter maiores lucros, um dos meios é reduzindo as despesas, logo é preciso que o lojista economize ao máximo, utilizando iluminação adequada, que pode ser gerada por lâmpadas que ofereçam maior eficiência energética e menor consumo de energia.

Em outras palavras: mais luz com menores custos de operação ou seja uma loja mais bonita e atraente com menor custo de energia elétrica.

Para as áreas de vendas a iluminação mais adequada é a que destaca as características dos produtos e das gôndolas e deve estar associada com Índice de Reprodução de Cor (IRC).

Grandes áreas para iluminar

Dependendo a empresa, por terem área de venda maior e pé-direito mais alto, o mais comum é a utilização de luminárias com lâmpadas de alta potência, do tipo multivapor metálico, que possibilita a dispersão da iluminação e maior alcance, sem criar ofuscamentos para o cliente e valorizando as estruturas do teto.

Com temperaturas de cor que pode variar de 3.000 a 6.000K (Kelvin), já existem modelos dessas lâmpadas que não só proporcionam boa resposta de luz, mas também permitem escolher a temperatura de cor para áreas com aspecto mais frio ou para outras de aspecto mais quente, dependendo do tipo de produto exposto.

Essas lâmpadas proporcionam ao ambiente boa visualização dos produtos, sempre lembrando que deveríamos ter uma quantidade de luz acima de 500 lux* nas áreas comuns e acima de 800 lux* nas áreas dos caixas.

* Lux: Unidade que mede a quantidade de luz incidida sobre uma superfície.

Menores áreas para iluminar

No pé-direito muito baixo, devem ser utilizados modelos menores e é melhor usar os modelos com anti ofuscamento (para evitar incômodo aos olhos).

Através de um projeto é possível proporcionar à iluminação da loja diferentes temperaturas de cor, com as luminárias quase invisíveis e muita economia de energia elétrica.

As cores mais claras nas paredes, pisos e revestimentos refletem mais a iluminação. A disposição dos pontos de luz e os espaços dos ambientes influenciam diretamente na iluminação que chega aos produtos.

Uma forma de evitar sombras é colocar iluminação de luminárias direcionáveis, esse tipo de iluminação proporciona conforto e boa visualização aos produtos.

Áreas externas

Já a iluminação da fachada deve estar alinhada com as estratégias de comunicação visual.

Por exemplo, se o objetivo for chamar a atenção, uma boa opção é o uso de equipamentos capazes de criar efeitos como o wall washed (parede lavada).

Os estacionamentos, de maneira geral, precisam de luz suficiente para gerar segurança nos consumidores.

Para eles, são indicadas lâmpadas vapor de sódio de alta pressão, ideais para iluminação de exteriores, uma vez que têm alta eficiência luminosa, grande alcance de luz e longa durabilidade.

Outra alternativa são as lâmpadas de multivapores metálicos com tubo de tecnologia de quartzo, que proporciona alta eficiência luminosa e boa distribuição de luz, além de uma melhor reprodução de cor.

Uma tendência para a área externa seria não somente fazer a iluminação chapada do prédio com refletores muito potentes, o que além de consumir muita energia, não valoriza sua fachada, e você pode diminuir a potência dos refletores de iluminação e utilizar luminárias de embutir no chão, próximas as colunas ou algum elemento que queria destacar, com lâmpadas de vapor metálico HQI de 150w, com foco fechado, tem um alcance fácil de 15 metros de altura e proporciona aspecto de requinte a fachada.

Aqui, é a primeira parte de uma longa conversa sobre iluminação comercial, que é um vasto assunto, de muitos detalhes e que vale a pena ser discutido.

Já já posto mais informações sobre essa iluminação que encanta, seduz e envolve os usuários.

 

Um beijo para todos meus leitores.

Má.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s